20 de junho de 2012

Cada bicho seu capricho, Marina Colasanti


É o primeiro livro do tema "poesia" e vigésimo quarto do ano do Desafio Literário 2012. A edição é da global. Pegamos na biblioteca do SESC daqui.

Poesia para criança é uma delícia... como pode ser tão chata quando é pra adultos? Hein? Alguém me explica? Eu tentei ler alguma coisa para adultos, mas não deu. Não consigo entender poesia, preciso das coisas mastigadinhas.  Mas poesia infantil é outra história. Parece música, parece brincadeira, é tudo de bom.

Sei não, mãe, é um mistério... tem que ver isso aí.
"Cada bicho seu capricho" é redondinho. Muita rima, bom ritmo, ilustrações simples, da Marina mesmo, mas com uma cara de xilogravura ou bico de pena que eu amei. Adorei. O Tomás também, e ele ficou encafifado e interessado na página da pulga:


Meu poeminha favorito é o do cuco:


"Mais esperto que maluco
este é o retrato do cuco.
Taí um que não se mata
pra fazer um pé-de-meia
e nem pensa em bater asa
pra construir a casa.
Para ele o bom negócio
é morar em casa alheia,
e do abuso nem se toca.
Os seus ovos, rapidinho,
põe no ninho do vizinho
depois vai curtir um ócio
enquanto a vizinha choca."

Não está muito caro, a partir de R$ 15,00, mas podia ser bem mais barato... só tem 16 páginas.

Três estrelinhas. Em cinco.

---

6 comentários:

  1. Olá ,desde pequeno incentivo a leitura para os meus filhos ,o mais velho de 10 anos adora uma biblioteca rsrs vamos a livraria e ele fica doido, aqui na minha cidade teve a Bienal dolivro e pela primeira vez levei meu caçula de 1 ano e 10 meses e para a minha surpresa ele amou , comprei um monte de livrinho para ela , até o que coloca na banheira , eu fico babando com ele foleando as páginas e tentando me contar as história rsrsrs
    beijinhos vanessa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vanessa!

      Eu também leio para o Tomás desde pequeninho... ele é apaixonado por livros como eu. Adora uma história e um livrinho novo. É tão bom dividir uma paixão com os filhos não é?

      E como meu tempo para ler pra mim mesma diminuiu, agora estou reaprendendo a curtir histórias infantis. Estou apaixonada!

      Excluir
  2. Mais um pra minha listinha. Eu fico aqui relembrando meus livros de quando era criança, me lembrei da Bruxinha, acho que é da Eva Furnari. Nossa! Como gostava da bruxinha, acho que tinha uns 8 ou 9 anos naquela época. Bateu saudades ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu conheço essas histórias da Bruxinha, Luciano! Vou procurar quando o Tomás tiver idade para lermos!

      Excluir
  3. Eu amo a Marina Colasanti, amo o jeito como imagem e texto dialogam nos livros dela... Ela é lirica até quando escreve em prosa imagina em verso.

    Fiquei com vontade de ler o livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tinha muito preconceito, sabe Pandora? Não sei porquê. Nunca tinha lido um livro dela e pensava daquele jeito bobo "não li e sei que é ruim". Que boba. É ótimo!

      Excluir