30 de novembro de 2011

Resumão do Desafio 21 Dias do Blosque

Terminei o Desafio 21 Dias do Blosque praticamente no último minuto. Mas fechei tudo e agora a quitanda está mais bonita, mas preparada, mais organizada, mais feliz. Usei o desafio pra reiniciar a quitanda com força. Pra animar a escritora adormecida (ui!) dentro de mim.

Vou fazer um resumo das tarefas nesse post para guardar tudo num cantinho só.

Dia 1 - Faxina do blog: jogar o lixo fora e dar uma embelezadinha. Fiz o favicon de rabanetinho!
Dia 2 - Organizando a caixa de ferramentas: arrumação de gmail, greader e arquivos.
Dia 3 - Usabiliquem? Porque o leitor não quer pensar, quer se divertir.
Dia 4 - Salvai! O básico, o backup.
Dia 5 - A barra da direita: ficou elegante e simples
Dia 6 - Dê um post de presente! O presenteado vai receber uma resenha de seu blog no dia 24 de dezembro!
Dia 7 - É errando que se aprende a disfarçar! E eu erro muito. Mas disfarço bem.
Dia 8 - Quem guarda, tem: Posts programados pra tirar férias no fim do ano
Dia 9 - Sobre a Sharon, sobre a Quitanda: Eu com 30 e poucos anos.
Dia 10 - Plano de Emergência: caso dê zica, a quitanda vai continuar funcionando.
Dia 11 - Análise da Quitanda: sempre procurando melhorar.
Dia 12 - O que eu aprendi sobre blogs em 2011: blogs também ensinam!
Dia 13 - Separando o que é ótimo do que é bom: na minha opinião, é claro.
Dia 14 - Os objetivos da quitanda: foi chato escrever, mas ajudou nos outros posts do desafio.
Dia 15 - Post de fim de ano: tá pronto, ufa, que trabalhão.
Dia 16 - A quitanda em 2011: recomeçou. engatinhou e está levantando...
Dia 17 - Metas da quitanda para 2012: levantar, andar com apoio e depois sozinha!
Dia 18 - Resoluções Sharísticas: priorizar, produzir, dormir.
Dia 19 - Atal! Não ficaram lindos a logo e o bonequinho?
Dia 20 - Retrospectiva 2011: Dá pra ver como a coisa melhorou!
- Dia 21 - Calendário 2012: Celebrar a literatura, as mulheres, as crianças, a vida!

Top 10 da Sharon dos melhores romances de todos os tempos de todo o mundo

Sem ordem, que isso já é demais! (esse post é um rascunho, vou melhorar ainda. Mas a lista é esta.

+ A Longa Marcha (Richard Backman) - a melhor história do Stephen King, não tem nada de sobrenatural, é estilão 1984, tem até um Grande irmão.
+ A Bolsa Amarela, Lygia Bojunga Nunes.
+ Vidas Secas (Gracialiano Ramos)
+ A Menina do Fim da Rua (Laird Koenig) -  a protagonista é adolescente, tem sardas e um dente da frente quebrado: eu me idenfiquei muito quando tinha 14 anos.
+ O Livro da Selva (Rudyard Kipling)
+ Crônicas de Arthur (Bernard Cornwell) - será que Spartacus não é o melhor romance histórico de todos os tempos? não sei... eu prefiro Cornwell...
+ Trapo (Cristóvão Tezza) - o "Apanhador no Campo de Centeio" curitibano.
+ Estrada para Perdição (Max Allan Collins e Richard Piers Rayner) - a melhor história em quadrinhos que eu já li (eu gostava mais dos Tex do meu pai do que da Monica)
+ O sol é para todos (Harper Lee)
+ Fundação (Isaac Asimov) *

Ficaram de fora, mas ficaram perto de entrar, se eu conseguisse tirar os outros:
- Viagens de Gulliver (Jonattan Swift)
- Metamorfose (Franz Kafka) - eu não entendi "O processo"...
- O mágico de Oz (L. Frank Baum) - eu li praticamente junto com Alice e
gostei muito mais, e é sobre amizade!
- Capitães da Areia (Jorge Amado) - é um livro comunista safado mas é sobre
amizade!
- O diário de Anne Frank,
- Henfil na China,
- Incidente em Antares, (Érico Veríssimo)
- Cyrano de Bergerac (Edmond Rostand)
- Spartacus (Howard Fast)
- O menino persa (Mary Renault)

---
Mais livros:

- Top 10 literatura infantil
- Top 10 melhores romances de todos os tempos de todo o mundo
- Quem você quer ser quando...
- Ler é viajar
- Minha estante e sir Bernard Cornwell
- Serei burra?
- ?
- Ler é viajar... na idade!

Calendário da quitanda 2012

Datas importantes que a quitanda não vai deixar em branco em 2012:

Janeiro:
        - 07: Dia do Leitor
        - 21: Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa

Março:
                              - 08: Dia Internacional de Luta pelos Direitos das Mulheres

Abril:
      - 01: Dia da Mentira
      - 02: Dia Mundial do Livro Infantil

Maio:
      - 25:  Dia da Toalha


Junho: 
      - 10: Dia da Língua Portuguesa
      - 12: Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil

Julho:
      - 13:  Dia do Rock

Agosto:
      - 26: Aniversário da Lygia Bojunga Nunes

Outubro:
      Meme literário de um mês do Happy Batatinha
      - 31: Dia D (Drummond)

Novembro:
      - 1 e 2: Día de muertos
   
Dezembro:
      - 21: Fim do mundo!

E os dias de publicação dos meus 10 romances favoritos... eu ainda preciso descobrir quando!


---

Posts do Desafio 21 Dias:

- Dia 20 - Retrospectiva 2011


Retrospectiva 2011

Penúltima tarefa do Desafio Blosque. Retrospectivar com o melhor post de cada mês. Como não postei todos os meses, vou escolher o melhor post dos meses que tiveram posts. Nos primeiros meses eu ainda estava esquentando os motores e os posts não ficaram muito bons. Mas a partir de outubro eu tive que pensar bastante pra selecionar. Estou melhorando!

Maio: abri os trabalhos do ano com uma resenha do livro preferido do Tomás naquele mês, "Em frente à minha casa", da Marianne Dubuc. Foi a primeira resenha que eu escrevi em muito tempo... ficou boa.

Junho: participei do Duelo de Escritores com o contículo "Meu não-namoro". Perdi e perdi a gana de participar do site de novo. Até olhei outros temas, mas não gostei de nada.

Julho:  Em "Papai de Férias" contei um pouco das histórias aqui de casa. E foi o começo da minha teoria sobre a "tara por pai aventura" que acomete as mulheres com 30 anos.

Setembro: Tinha começado uma blogagem coletiva sobre literatura. 30 dias, 30 livros. Mas não fui pra frente. O segundo post foi sobre o livro "Rei Artur", do Allan Massie.
 
Outubro: Bem difícil decidir entre tanta coisa sobre literatura, meu assunto favorito depois do Tomás. Mas acabei optando pela história de como eu desenhei meu próprio ex libris usando paint. É. Foi difícil. Os carimbos chegam em dezembro e eu aviso vocês.

Novembro: Eu gosto bastante do contículo "Cirúrgico". Era pra ser uma cena de teatro, escrevi pra oficina de dramaturgia do SESI. Mas acaba que talvez ele seja muito hermético. E hermetismo tem usabilidade baixa. Mas eu gosto. Pra quem não gostar, tem esse, uma reedição de um post escrito em 2003. Eu revisei e só mudei uma linha de gíria velha. Quero volta a escrever assim. E melhor que isso.

---

Posts do Desafio 21 Dias:




Atal!

Sábado decoramos a casa pro Natal. Pinheirinho e enfeites de porta. Pro Tomás é uma alegria, ele "ajudou" e passeou a tarde toda com a touquinha na cabeça. "atal! atal". Segunda perguntei o que tinha acontecido na creche: "atal!" Também colocaram o pinheirinho lá.

Agora é hora de decorar a quitanda. Primeiro, fiz um bonequinho de neve uniformizado, baseado nesse kit de decoração grátis sugerido pelo Blosque no dia da decoração. Vou colocar esse bichinho em todos os posts de dezembro. Fiz também a imagem natalina pro logo, bem básica. Já estreei. E tá bom, né?

---

Posts do Desafio 21 Dias:

Resoluções Sharísticas


Complementando o post sobre as metas do blogue, o Desafio agora são as minhas metas pessoais como blogueira. Pra esse aqui, confesso que tive que colar. Gostei muito das resoluções da Gabriela e da "companheira" Mari Moscou. Mas não vou fazer as mesmas, mas parecidas:

  • Seguir as prioridades: família, eu, ibge, quitanda, amigos, livros, internet. Isso significa que o resto da internet é o resto da internet. Que eu só vou navegar se tiver tempo, depois de tudo mais ou menos em ordem. Tirando os blogs de quinta, o resto eu posso deixar pra depois. Ou pra nunca.
  • Produzir é mais importante que criticar. Mesmo que seja ruim, mesmo que seja tosco, eu vou escrever. Fazer mal feito é melhor que não fazer nada. Depois eu apago, corrijo, melhoro. Primeiro, escrever. Depois, criticar.
  • Dormir mais pra conservar o humor. Estou indo dormir muito tarde, perto da meia-noite. Acordo cedo e passo o dia meio quebrada. Resolução resolvida, dormir mais cedo pra viver melhor. 
---

Posts do Desafio 21 Dias:

Metas da quitanda para 2012



E vamo que vamo no Desafio 21 Dias, que tenho que fechar tudo hoje pra aparecer na lista de participantes e ganhar esse sorteio. Que eu nunca ganho sorteio de nada. O Desafio 21 Dias do dia 17 é estabelecer 5 metas para 2012 e pensar nas formas de chegar lá.

Começando com os objetivos gerais do blogue, treinar escrita, divulgar blogs, falar sobre literatura (especialmente infantil) e falar sobre maternidade. Incrementando com a  minha fé de que só o trabalho dá lucro. As metas para 2012 são:

1. Mostrar 52 blogs: na nova coluna "blog de quinta", vou resenhar um blogue por semana. E já começou. Amanhã sai o segundo post.

2. Resenhar 24 livros: quero fazer todas as resenhas do Desafio Literário 2012 e também resenhar um livro infantil por mês. São duas resenhas por mês, dá pra cumprir sem correria. Espero.

3. Fazer 52 posts sobre maternidade: segundo meu rabugento amigo Agripas, não há nada de novo sob o sol a respeito de maternidade. Ou paternidade. Ou filhos. Eles sempre vieram, desde que Eva teve Caim. Então a humanidade está careca de saber como criar seus bichinhos. OK, mas eu não. Eu sei muito pouco sobre crianças e quero saber mais! Estou aprendendo fazendo e fixando o conhecimento escrevendo.

4. Escrever 6 posts sobre feminismo: faço parte da rede Blogueiras Feministas, mas até hoje não escrevi nada para o blogue. Os posts tem que ser inéditos lá, então quero fazer uma versão resumida para a quitanda. Estou pensando em utilizar estatísticas, vamos ver no que dá. Vou tentar publicar o primeiro em fevereiro.

5. Escrever 12 histórias: para a página específica, quero fazer um post por mês.

E taí. Muito trabalho pela frente, oba! Eu sei que o serviço todo vai render visitas e comentários, não espero que sejam muitos, mas espero alguns. Mas o principal mesmo é escrever e publicar. E deixar aí pro mundo ver. Se quiser.

---

Posts do Desafio 21 Dias:


A Quitanda em 2011

O objetivo do dia 16 do Desafio Blosque é fazer um balanço do blog no ano de 2011. Fazia tanto tempo que eu não levava a quitanda a sério. Então 2011 já começou bem, eu cumpri meu único objetivo para o ano: voltei a levar o blog a sério! Missão cumprida, vamos dar uma olhadinha nas estatísticas:
  • Visitantes: com a participação, em outubro, no Meme Literário de um Mês do Happy Batatinha, as visitas subiram muito. A participação no Desafio do Blosque e no Desafio Literário 2012 também trouxeram bastante visitantes. Viva as blogagens coletivas!


  •  Postagens: a postagem sobre minhas bandas preferidas continua tendo um bom ibope. Falar sobre música é sempre polêmico, e eu não coloquei Legião Urbana na lista. Comentários raivosos, que eu não apaguei, estão lá. E olhando hoje, eu só iria trocar as posições 3, 4 e 5. Ia ficar: Replicantes, Ira!, Ultrage a Rigor. As outras continuam nas mesmas posições e Legião não entra. Não no Top 10.




  • Sites de referência: o Happy Batatinha bombando, tenho que agradecer muito à Tábata pelo meme! Veio gente do google também, procurando "melhores bandas brasileiras", "cair do céu" e "alvéolos estouram na água". E esses sites russos devem de ser proxy do pessoal que acessa do trabalho. Danadinhos!

Resumindo e concluindo, trabalhar sempre traz frutos. Dedicação sempre rende. Pensando seriamente a única fé que eu realmente tenho é a fé no trabalho e na dedicação. Fazer, agir, acontecer é a única forma de se conseguir alguma coisa. "Cair do céu" só na ficção mesmo.

---

Posts do Desafio 21 Dias:


26 de novembro de 2011

Vitórias de novembro. Só fotos.


A melhor!

Achei fogão e panelinhas que não são rosa!
E de fábricas brasileiras!
E tudo por menos de 10 reais!
E o filhote adorou. Cozinha, serve e fala:
- Pôto!
Só aí a gente pode provar.

O Rodrigo deixou o Tomás ajudar a lavar o carro!!!






Tomás aprendeu a comer iogurte sem lambuzar o sofá, mas o rosto ainda é todo dele:


E finalmente consegui tirar fotos do passeio pela decoração de Natal da cidade!


Tentando entrar na área proibida:

Fazendo pose depois que a mãe insistiu:

E procurando o segredo do gatinho:


24 de novembro de 2011

Blog de Quinta: Super Duper - Anne, Joaquim e Tomás!

Inspirada na Estante de Quinta do Bibliophile e nos Marcadores de Quinta do Happy Batatinha, estou estreando uma coluna semanal na quitanda - a "Blog de Quinta". Até pensei em mudar o nome para não parecer "de quinta categoria". Mas não. Vai ser assim. Blog de Quinta, um bom blog toda quinta. Só a quitanda tem. Os melhores blogs em português. Um por semana. Mas só os escondidinhos. Aqueles que você não sabia que existia. E tal.

Hoje, um blog fofo demais, lindo demais e com cheirinho de suor de pescocinho de nenê:


O Super Duper, da Anne Rammi, do Joaquim e, agora, do Tomás também. Tem que incluir os petizes, que são assunto central ou secundário ou terciário de 99% dos posts. E o Joaquim é o que existe de bebê fofo. Vários vídeos comprovam, mas esse é o melhor: Pergunte para Joaquim. E é um tantinho parecido com o Tomás. Resumindo: uma delícia.

Mas os textos mesmo são da Anne, claro. Segundo o perfil dela no Mamatraca, a Anne já foi bancária, professora e palhaça de festa infantil. Gosta de cantar (participa, inclusive, de um coral de mães). É designer de interiores e trabalha num ateliê em casa, com o Joaquim sempre por perto. Ela está esperando (quase tendo) seu segundo bebê, mas não quer saber o sexo até a criança nascer. Vai ser surpresa. Tem uma penca de mulher doida pra saber se é menino ou menina também. A Anne é isso tudo e também escritora. Assim como se o Veríssimo Filho fosse mãe.

No blog a Anne fala sobre maternidade com muito bom humor. E daquele humor mais gostoso, dando risada de si mesma. A inspiração deve ser o Joaquim, que sabe a hora certa de dar risada. Tive que engolir o riso nesses que eu acho que são os dois melhores posts de "humor" do blog. Dá pra fazer um stand up no Faustão e levar o carro:
"Foi meio natural e Joaquim chama hoje em dia minha barriga de nenê. Eu pedi alguns beijos na barriga e agora virou rotina, ele vem, levanta minha blusa, dá um beijinho e fala nenê. Aí a mãe pensa que o filho é um gênio, não comenta muito para não ofender as crianças menos privilegiadas, mas internamente se gaba de tamanha maturidade. Aí o filho passa a levantar a blusa de qualquer ser humano da terra e dar um beijo, e chamar de nenê. [...] E depois que uma vez tentou levantar a blusa da avó para dar um beijo no nenê..."
"Decidi que era hora de mudar do berço para cama. Ouvi meu coração, minha intuição, segui meu instinto materno. Sem grandes xurumelas, conversas e preparações, ele foi para a cama. A que tem. De adulto solteiro, estilo bauhaus-meets-brechó-velho-anos-70. Mas é uma cama legal e por isso eu não quis comprar uma nova. Coloquei a gradinha e tal, noite 1 e o menino rola até o pé da cama e capota de lá de cima. Chorou, eu quase pari o segundo...
 Ah, pros chatos que vão dizer que "não tem nada de novo na maternidade, os homens fazem isso desde antes de serem humanos" eu só digo que não tem nada de novo em nada. Todos os assuntos são sobre coisas que o homem faz desde sempre. Toda a vida é igual, monótona. O raro é retratar as coisas com humor. Por isso a Anne leva o primeiro Blog de Quinta.


---
Mais pãeternagem:


Pãeternagem
Mãe que trabalha, mãe que viaja
Pro seu filho comer de tudo, siga minha intuição

Mais Blogs de quinta:


Blog de quinta: Mãe Geek - Gisela e Luisinho
- Um blog petista e feminista - Mary W.


Os objetivos da quitanda

E o Blosque volta a pedir que eu mexa com esse negócio de objetivo. De finalidade, de foco. Ah, ok. Desafio 21 Dias de hoje, os objetivos da quitanda:

- treinar escrita
- divulgar blogs
- falar sobre literatura, especialmente infantil
- falar sobre maternidade

Pronto.

---

Posts do Desafio 21 Dias:

Dia 1 - Faxina do blog;

Separando o que é ótimo do que é bom

Uma das tarefas do blosque pro Desafio 21 Dias era criar uma página nova no blog para evindenciar o que as pessoas mais procuram. Eu espero que o pessoal venha à quitanda procurando ler coisas divertidas. Então separei uns escritos. Os que eu gosto. Os que já receberam elogios. E dois inéditos, que salvei de uns cadernos. E é a minha página de histórias! Quero ter sempre coisas novas por lá. Estou começando a encarar a quitanda como um trabalho e escrever crônicas e histórias é o objetivo maior. Aproveitem.



 ---
Posts do Desafio 21 Dias:

Dia 1 - Faxina do blog;

Sempre com vocês

(ideia inicial de história de ficção científica)

-  A gente fez a Clarissa na praia, lembra?
- Na praia?
- É... aquele dia... você estava com o biquini amarelo, linda...
- Nossa, você lembra?
- Ah, sério, você estava perfeita, cabelo solto, biquini amarelo... ele fica lindo. Põe pra mim hoje?
- Hoje?
- É. Agora. O biquíni amarelo.
- Mas a Clarissa...
- Ela está dormindo tão bem hoje, amor...
- Você é maluco...
 
Gabriel sempre chega cedo no laboratório. A melhor hora para ver o sol é no amanhecer. E ele estuda o sol. Todos os dias vê o amanhecer no laboratório e o pôr do sol em casa, com a filha, a Clarissa. Se sente mal se não cumpre esses rituais.

Mas nessa manhã chegou atrasado, já eram 8 horas e não pode observar o sol de manhãzinha. Enquanto lia os relatórios de observação pré-programados, sentiu remorso:

- Desculpe amigo. A Vane caprichou ontem.





Cirúrgico

- Fale! Você não queria conversar?
- Eu não queria falar aqui no bar.
- Não temos testemunhas.
- É que eu tinha mil coisas pra dizer. Não faz essa cara de "bobagem de mulher". Tá. Eu resumo. Um exemplo e uma conclusão. É que ontem foi horrível.
- Ontem?
- Na casa do seu pai.
- Mas isso foi hoje...
- Foi ontem. Esse foi o exemplo. A conclusão é que eu não consigo fazer desse jeito, do jeito que você faz.
- Tudo bem, já perdi muita mulher na vida por causa disso. Cadê meu isqueiro? Ei! fogo? - levanta, acende o cigarro e procura uma mesa vazia pra sentar. Senta longe dela. Ela senta junto. Olha pra ela:
- Eu quero minha pimenta.
- O quê?
- A pimentinha, o pingente de vidro.
- Aquilo é uma pitanga...
- É uma pimenta! Tava aqui no colete. Caiu. Quando eu fui falar com o Tiago. É que nem perder uma gravata! Eu preciso achar. - fala, levantando.
- Ei! Você não se importa nem um pouco?
- Eu tô na boa. Pra mim tudo bem. Já estava me incomodando um pouco. Eu preciso ficar sozinho. Eu não aguento nem eu mesmo. Eu estou bem, só quando for agarrar uns caras não faça na minha frente. Vá ficar com eles longe. Senão você e o cara apanham.
- Que merda babaca.
- Não... é brincadeira! Só não "queira" (faz as aspas com os dedos) fazer isso. Só não faça isso de propósito.
Dá dois tapinhas no joelho dele:
- Vou pra casa. Tentar escrever o que o Tiago pediu.
Levanta. Ele declama em voz alta:
- Uma mulher é uma mulher. Qualquer mulher é todas as mulheres.
- Babaca.
- Os cigarros se acendem e se consomem como se fosse sempre o primeiro.





21 de novembro de 2011

Plano de Emergência


Um plano de emergência para quando não for possível acompanhar o blog. Uma boa ideia do Blosque para deixar as coisas funcionando em caso de emergências... se eu tivesse um, talvez a quitanda não tivesse ficado tão às moscas por tanto tempo. Não que eu tenha parado por algum problema sério, mas se eu tivesse, pelo menos, alguns textos guardados pra manter o fluxo...

A proposta é deixar alguns textos prontos, formular uma estratégia para administrar os comentários e e-mails de contato e ter um "zelador" pra dar uma olhadinha na estrutura geral do blog caso você não possa fazer isso. Para o Desafio 21 eu tenho que contar como vai ficar o meu plano:

1. Escrever posts: vou começar pela parte gostosa, que eu já estou me inspirando bastante e tendo muita ideia pra post. O problema é tempo. Todo mínimo tempinho que eu conseguir sentar na frente do computador vou dedicar à quitanda, aos posts correntes e aos posts de economia. Tenho ainda que terminar o post de presente do dia 6 e os do fim do ano do dia 8. Todos estão começados, com parágrafo de introdução, no mínimo. Vou resgatar coisas de cadernos e agendas antigos para os posts quebra-galho e fazer umas resenhas de livros.

2. Comentários: por enquanto eu não modero os comentários, mas recebo no meu e-mail pessoal todos eles. Como estou sempre na internet, é fácil apagar qualquer spam, grosserias e também responder a tempo. Como plano de emergência minha ideia é usar o espaço que o blog fornece no início na caixa de comentários para avisar ao pessoal que estarei ausente e os comentários estarão sendo moderados, então, que tenham paciência...

O Zelador, personagem da
série "O Condomínio",
do Laerte
3. Contatos: todos os e-mails de contatos virão para o meu e-mail pessoal, então vai ser difícil eu não vê-los. A não ser que a emergência seja emergencial MESMO. Aí vou ter que encontrar alguém de muita confiança para lê-los e repassar pra mim. O marido é um pouco avesso às tecnologias, mas tenho duas irmãs conectadas. Vou falar com elas. Provavelmente vou deixar as duas de "zeladoras". E aproveitar pra pedir que elas zelem por todas as contas de internet em caso de problemas.

4. Estrutura do blog: aí complica, porque as irmãs não são blogueiras. Estou tentando deixar o layout o mais simples possível para não dar manutenção. Então espero que elas não precisem mexer com isso. Mesmo assim, vou passar senhas e dicas simples.

 ---
Posts do Desafio 21 Dias:

Dia 1 - Faxina do blog;

Análise da Quitanda

A quitanda sentou no divã do Blosque e saiu da consulta com algumas conclusões:


Pontos positivos:


- Fácil de usar, design agradável. A quitanda já teve fundo verde brilhante com letras amarelas, um horror de combinação, que eu gostava porque tinha um jeitão tosco. Mas provavelmente mandava muita gente embora nos primeiros 2 segundos. Então deixei esse design padrão, de cores tranquilas;
- Tem busca e palavras-chaves para se encontrar o que procura;
- Não é miguxo nem sem noção. Não tem competidores de conteúdo, pulantes, gritantes, atrapalhantes.

A melhorar: 

- Encontrar um assunto para o blog para mostrar para as pessoas logo que elas chegam aqui. Todas as ideias que eu tenho para focar a quitanda me fazem querer criar outros blogues, mas eu não tenho tempo pra eles. Literatura infantil. Minhas crônicas. Resenhas de livros e de blogs. Resumindo. Eu não faço isso porque não quero. Não ainda.


---
Posts do Desafio 21 Dias:

Dia 1 - Faxina do blog;

O que eu aprendi sobre blogs em 2011

Mais uma do Desafio 21 Dias do Blosque. Essa é rápida:

1. Ter um blog é um trabalho, uma carreira. E como em todo trabalho, dedicação constante é mais importante que genialidade esporádica. Ser brilhante, mas inconstante, só é útil na adolescência. Depois é o trabalho duro que vale. Pra tudo na vida.

2. Com as blogueiras feministas, aprendi que escrever em grupo abre mais caminhos. Principalmente na batalha.

3. Com os meus blogs favoritos sobre maternidade, aprendi que o ditado está errado. Mãe é tudo diferente, quem é "tudo igual" são os filhos! Ainda bem, que assim a gente pode aprender muito com as experiências das outras mães.

4. Com os meus blogs favoritos sobre literatura, aprendi que todo mundo que lê gosta de escrever também, não é uma coisa só minha. Deu um ciuminho ver tanta gente escrevendo tanto e tão bem sobre livros. Mas também aprendi que até meu dourado mercado de livros se rende às estratégias consumistas do marketing e que é muito difícil não cair nas garras das bobagens pra vender em quilos.

5. Com a morte do gReader, reaprendi que comentar no blog original também é divertido. Fiquei um tempo só conversando com o pessoal selecionado. Uma grande e bela coleção de mentes, a propósito. Mas ver gente nova é sempre refrescante.

---
Posts do Desafio 21 Dias:

Dia 1 - Faxina do blog;
- Dia 9 - Sobre a Sharon, sobre a Quitanda.
- Dia 10 - Plano de Emergência
- Dia 11 - Análise da Quitanda
- Dia 12 - O que eu aprendi sobre blogs em 2011

18 de novembro de 2011

Sobre a Sharon, sobre a Quitanda.

O Desafio 21 Dias do Blosque de hoje é fazer uma página "Sobre". É pra ser coisa rápida. Com fotos.

Sobre a Sharon

Tem alma de bibliotecária. Coletar, usar e disseminar informação é diversão diária. Se a sua pesquisa está difícil, eu posso ajudar. Talvez, se eu tiver tempo. Trabalhar, ser mãe e ler alguns poucos e raros livrinhos tomam todo o tempo que não é do marido!

Não entendo mulheres que conferem se a roupa do marido está bem passada antes dele sair. Pra falar a verdade, eu não entendo porque as pessoas conferem se a roupa de qualquer pessoa está bem passada. Desligue o ferro de passar! Seja ecológica! Economize água e energia!

Sobre a quitanda

Essa quitanda tem de tudo. É, isso fere as regras da blogagem inteligente. Aqui é um lugar pra eu mostrar meu jeito escrever, de desenhar, de conversar. Você também pode escrever, desenhar e conversar! Alguns textos sobre literatura:

Meu outro blog


Dados do banco de dados SIDRA do IBGE referentes aos municípios do Sudoeste do Paraná.

---
Posts do Desafio 21 Dias:


Quem guarda, tem.

De novo, essa frase. Acho que vai virar um lema da quitanda. Outro desafio do Blosque, que estou cumprindo aos poucos. Temos que escrever 4 posts para publicar nas semanas do fim de ano.

Eu trapaceei. Aproveitei a ideia da tarefa anterior, que eu até tinha começado um post quando desisti de presentar um e escolhi outra. Mas não apaguei o post, então foi mamão com açúcar terminar. Só terminei esse. Comecei os outros, mas não terminei ainda. Vou publicar a lista dos posts aqui pra firmar melhor o compromisso que eu sou uma procrastinadora crônica:

- Dia 27 de dezembro: Literatura, filosofia, desconcerto, rock e palavrão.
- Dia 30 de dezembro: Tomás vai pro castigo agora, mas já volta, tá?
- Dia 4 de janeiro: Livros para ler em 2011
- Dia 7 de janeiro: A casa dos três irmãos (mini conto)

---
Posts do Desafio 21 Dias:


- Dia 1 - Faxina do blog;
Dia 2 - Organizando a caixa de ferramentas;
- Dia 3 - Usabiliquem?




É errando que se aprende a disfaçar!

E então, mais uma tarefa do Desafio 21 Dias do Blosque. Estou publicando atrasada. Eu estava em São Jorge D'Oeste coletando PNAD. No interior. As pessoas são receptivas, simpáticas e estão sempre com o chimarrão pronto. Foi tranquilo e conseguimos cumprir o prazo. Semana que vem vamos para Palmas. Só trabalho. Na vida "real" e no blog.

Vamos ao trabalho daqui. Listar os erro ki comitimus em relassão ao brógui. Fácil:

1. Parar de escrever...

Deixar a Quitanda às moscas, abandonada, largada, excluída, de lado, no porão, no quartinho escuro, no cantinho das baratas. Deixar a poeira acumular. A quitanda praticamente deixou de existir por uns bons 5 anos. E agora voltou. Com força. Espero. Mas isso ainda não é o pior. O pior é ter parado de escrever completamente. Não escrevi mais nada. E aí a gente perde a mão. Perde o jeito, esquece o estilo. Começa do zero.

2.  Deixar de comentar diretamente nos blogs

belo pulo! só tinha que ser
um pouco mais pro meio...
Não tem nada melhor para fazer amigos do que comentar nos blogs deles. Ou melhor, tinha, o gReader. Foi culpa dele, aliás. Parei de comentar nos blogs, só comentava dentro do gReader. Às vezes a discussão sobre um post ficava ótima e o autor do blog nem ficava sabendo... a não ser que me seguisse, o que era bem raro de acontecer. Mas agora as coisas mudaram e vou começar a comentar nos próprios blogs. E recomeçar com as amizades bloguísticas que eu tinha antigamente. A quitanda já foi cheia de visitas!



3. Usar imagens sem autorização

Eu sempre procuro descobrir como o autor de uma imagem deseja ser referenciado, mas, mesmo com a nova pesquisa de imagens do google, muitas vezes é impossível descobrir quem é o autor original! E eu uso a imagem assim mesmo. O correto seria não usar, mas adoro posts com imagens e...

4. Fazer hotlink de imagens

Eu não sabia do problemão que eu dava pros outros blogues fazendo hotlink. É quando você não faz upload da imagem, mas usa link da imagem de outra página. A imagem então é carregada nesse outro site, causando consumo de banda e comprometendo o limite de transferência de arquivos desse site. É sacanagem. Não faço mais e estou arrumando as imagens antigas aos poucos.

Acho que é isso. Eu sou linda, inteligente e erro pouco. Ou disfarço muito! Pra finalizar:

a não ser que você seja o dono dessa foto, ok?

---
Posts do Desafio 21 Dias:

Dia 1 - Faxina do blog;
Dia 2 - Organizando a caixa de ferramentas;
Dia 3 - Usabiliquem?
Dia 4 - Salvai!
Dia 5 - A barra da direita
- Dia 6 - Dê um post de presente!

15 de novembro de 2011

Dê um post de presente!

Hoje o Desafio 21 Dias do Blosque é escrever uma resenha de um blog e ofertá-lo como presente de Natal! Achei a ideia ótima, adoro descobrir blogs legais e recomendar. Minha vocação pra agente literária se satisfez hoje. Dê um post pra alguém você também! Programe pra sair no dia 24 de dezembro e faça um blogueiro feliz!


---
Posts do Desafio 21 Dias:

Dia 1 - Faxina do blog;
Dia 2 - Organizando a caixa de ferramentas;
Dia 3 - Usabiliquem?
Dia 4 - Salvai!
- Dia 5 - A barra da direita

O que a gente aprende quando o nosso pai está longe da gente


ou

Já posso casar *


Umas das grandes conquistas da minha vida foi ter conseguido trocar, sozinha, a resistência do chuveiro. Era julho. Era inverno. Era frio. Era urgente. Fui até a Casa da Torneira (nome perfeito não acham?), preparada para gastar milhares de dinheiros com uma resistência. Mas nem tudo é tão caro quanto parece e acabei gastando algo em torno de cinco reais. Na loja, encontrei um senhor comprando chuveiro também. Para ele, o inverno estava sendo caro. Era o segundo chuveiro que ele comprava. Antes, já havia comprado três resistências:

- É que lá em casa tem muita criança...

Então. Chegando em casa, desliguei todos os disjuntores da caixa de luz na cozinha, peguei uma cadeira, chave de fenda e que venha o trabalhão! Montada na cadeira, desengatei a mangueira do chuveirinho, desparafusei os fios de energia do conector (isso foi fácil, eu aprendi no CEFET) e comecei a puxar o chuveiro, para separá-lo do cano de água. Mas ele não saía! Puxei, puxei, bati com a chave de fenda pra ver se ia, e nada. Até virei o chuveiro com a parte de cima na minha direção, para ver se tinha alguma coisa "abrível"... Quanta poeira! Depois de limpar, descobri um parafuso de plástico e fui ver o que era. Não era nada que me ajudasse na operação tirar-o-chuveiro-do-cano. Era a parte onde as ligações elétricas são feitas, onde as chaves de ligar e regular a temperatura fazem contato com a resistência. Tá. Que merda. Deixa então eu ligar prá minha mãe...

”- Mãe, eu tô trocando a resistência do chuveiro...
 - Sozinha???
 - É, só que eu não sei como faz para tirar o chuveiro do cano...
 - Eu também não sei, nunca fiz isso...
 - O pai não tá aí?
 - Não, ele está viajando. Eu ligo e digo prá ele te ligar. Aí ele te explica.”

Se na época já tivesse esse
tutorial do Anamaria,
não existiria essa história
Desliguei e sentei no vaso sanitário, desiludida, olhando para a orcaria do cano. Então surgiu a idéia de girar o chuveiro, para ver se era uma rosca que prendia ele no cano e... Bingo!!! Quando meu pai ligou, eu já tinha aberto o chuveiro, e estava lendo as instruções da resistência. Ele deve ter sentido orgulho da filha esperta que consegue abrir um chuveiro sozinha.

Entre tirar a resistência velha, colocar a nova e fechar o chuveiro eu gastei uma meia hora. Alguém com experiência nisso deve levar uns dois minutos... Então eu rosqueei o chuveiro no cano e comecei a conectar os fios. Só que desparafusei sem cuidado nem atenção um dos micro-parafusios da conecção e ele caiu no chão do banheiro (que estava na maior escuridão, já que toda a casa estava sem energia). Eu perdi alguns minutos tateando o chão molhado e desisti, porque lembrei que meu prédio não tinha aterramento e portanto havia um micro-parafuso sobrando no conector que eu podia usar. São seis entradas, cada uma com um parafuso. Três são as do chuveiro (duas da energia e uma terra) e três da energia do apartamento (duas da luz e uma do aterramento, que não existe, e, portanto, sobra um parafuso). Parafuso encontrado, parafuso conectado.

Finalmente (ah... a pureza e ingenuidade dos iniciantes...) liguei o chuveiro (ainda sem energia) para "enchê-lo e evitar que a resistência queime", como indicava a folha de instruções. Levei a cadeira para a sala, guardei as ferramentas, e imaginava que o trabalho estava pronto. Mas que ilusão! Tinha um vazamento entre o cano e o chuveiro, um problema de adaptação entre a rosca do chuveiro e a do cano. Emputecida, desliguei a porcaria do chuveiro, fui buscar a cadeira, desconectei os fios, desrosqueei o chuveiro... aquela molhança toda de novo, um saco.

Conseguimos!!!
Então, o aprendizado com o meu zeloso e esperto pai-prá-toda-obra veio à lembrança, e eu fui buscar minha fita veda-rosca. A fita é super-fina e delicada, e, como ensinou o seu Caleffi, deve ser desenrolada aos poucos, para evitar que se embole toda. Nessa altura eu já estava feliz de novo, porque consegui passar a fita direitinho num trabalho (quase) profissional. Daí foi colocar o chuveiro, os fios e a mangueira do chuveirinho  novamente e ufa! ligar o chuveiro para enchê-lo. Desliguei, corri para a cozinha ligar os disjuntores e pronto!!! Duas horas depois de eu ter saído para comprar a resistência, um chuveiro novinho em folha!!!


Como recompensa, um banho bem quentinho e dois pontos de auto-estima.

---------
* Texto publicado na quitanda antiga em 2003.

---
Coisas parecidas:

Meu ex libris!
- Cháron;
- A guerra dos passarinhos;
- Os três porquinhos;
- Meu não-namoro.



14 de novembro de 2011

A barra da direita

Mais uma tarefa do Desafio 21 Dias do Blosque, organizar a sidebar. Tinha ficado assim:


Conforme a tarefa, coloquei o contato. Não gosto quando tem link automático, então deixei texto puro. Assim é suficiente, povo copia e cola e acabou. Eu até tinha pensado em colocar o um e-mail que tinha feito pra quitanda há um tempo atrás, mas deu canseira, eu ia deixar o meu mesmo e reunir tudo num lugar só.

Mas aí lembrei da quantia de bobagem que vem pra esses e-mails e voltei atrás. Coloquei o e-mail da quitanda redirecionando pro meu pessoal. E ele não coube bonito do lado das caixinhas do rss, então coloquei uma coisa embaixo da outra:


Outra parte da tarefa era colocar link para posts legais. Escolhi uns textos divertidos. E lembrei que preciso postar meu único clássico da quitanda antiga. Como trocar a resistência do chuveiro. Vai sair ainda hoje, depois de uma pequena editada.


---
Posts do Desafio 21 Dias:

Dia 1 - Faxina do blog;
Dia 2 - Organizando a caixa de ferramentas;
Dia 3 - Usabiliquem?
- Dia 4 - Salvai!



13 de novembro de 2011

Salvai!

Hoje, o Desafio 21 Dias do Blosque pede que a gente faça backup do blog. Seguindo o passo a passo do Blosque, chega a ser bobo de tão fácil! Fazi. Faça você também!

Essa frase serve pra tudo! 
De dinheiro às próximas cartas da canastra. 
E para blogs também. 


---
Posts do Desafio 21 Dias:

Dia 1 - Faxina do blog;
Dia 2 - Organizando a caixa de ferramentas;
- Dia 3 - Usabiliquem?

12 de novembro de 2011

Quem é esse bebê? Cadê a mãe dele?

Ouvi isso hoje quando meus vizinhos, a Laíse, de 6 anos, e o Felipe, de 5, levaram o Tomás pra passear. Os três entraram na casa do Felipe e eu fiquei  no portão. A mulher viu um serzinho completamente diferente invadindo sua casa e tomou um susto. Gritei um "Eu sou a mãe dele! Estou aqui no portão!" e fiz uma nova amizade. Mais uma. Todos os donos de cachorros gentis e papagaios falantes do bairro já  nos conhecem.

Viver num bairro com cachorros gentis, papagaios falantes e vizinhas legais. Não tem preço.

---
Outras histórias do Tomás:


Papai de férias
O livro preferido de maio de 2011
Pro seu filho comer de tudo siga a minha intuição
Guerra de passarinhos

Usabiliquem?


O Desafio 21 Dias do Blosque de hoje é analisar a usabilidade do blog. Usabilidade é a medida da facilidade em usar alguma coisa. Quanto mais usabilidade a coisa tem, mais fácil de usar. Mas não é uma coisa tão fácil de definir. Por exemplo. Uma colher é ótima pra tomar sopa, mas tem gente que toma direto da caneca mesmo. Então a gente tem que ter em mente que nem todo mundo usa tudo da mesma forma.

O segredo, para a usabilidade de um blog, é deixar o leitor à vontade. Um leitor não volta se fica perdido, se não sabe o que está lendo direito nem porquê e se coisas pulantes, brilhantes e enormes atrapalham sua concentração.

Mas não adianta confiar só na fuga do miguxês, é preciso seguir algumas regrinhas descobertas em pesquisas com usuários de computador. O Blosque tem a série "50 Dicas de Usabilidade" que dá uma força e tanto pra gente lembrar de quais são essas regras.

Antes de começar a ler as dicas do Blosque, arrumei uma coisa que já faz tempo que eu precisava. Colocar uma caixa de pesquisa bem visível no blog. Pronto. E agora, as dicas.

Livro sobre usabilidade de Steve Krug
1. Na parte de design: colocar os links em azul e mudar a cor dos links visitados. Eu tenho ÓDIO VERMELHO SANGRENTO dessa nova mania que tem em alguns sites, de disfarçar anúncios em links. A gente acha que está clicando em página de conteúdo e vem propaganda. Nunca, jamais, em tempo algum, vou colocar isso aqui, e Darwin me livre de alguém sequer imaginar que eu uso isso. Então vou arrumar correndo.

2. Quanto ao texto, tem muita coisa pra melhorar:

  • diminuir a quantidade de texto;
  • começar sempre com o mais importante;
  • dividir o conteúdo em subtítulos e realçar com negrito;
  • usar títulos que façam sentido (adoro uma poesia concreta).
Eu tento escrever de forma clara e fácil de ler. Tento encadear as ideias de um jeito linear e coerente. Corrijo, apago, rearranjo. Mas é difícil deixar de fazer uma piadinha aqui e outra ali. Nem sempre o pessoal entende, que, segundo minha irmã Sheylli, eu sou hermética. Hermético, cês sabem, quando a comida está devidamente a salvo do resto do mundo, dentro do Tupperware. Um blog hermético é aquele cujo cheiro ninguém sente. Que afasta as pessoas porque referencia demais a si mesmo. Hermetismo tem usabilidade baixaHermetismo tem usabilidade baixa. Mantra pra vida.

3. Na organização do conteúdo, preciso encontrar um foco editorial. Na prática e no seco: a quitanda não serve pra nada. Por isso ficou tanto tempo desativada. Tenho que fazer com que ela traga algo de útil. Um sorriso já está bom, mas não sou tão boa em piadas assim. Estou pensando em fazer o pessoal conhecer um site legal ou uma pessoa nova em cada post, que eu estou descobrindo que a minha vocação é juntar pessoas e conteúdos. Pessoas com pessoas, pessoas com conteúdos e conteúdos com conteúdos. Acho quitanda um nome ótimo pra isso, que a quitanda é lugar de comprar de um tudo e conhecer gente também. 



Preciso ainda melhorar as palavras-chave, diminuir a quantidade delas, mas pelo menos eu já tenho algumas. E preciso aplicar a posts velhos. E eu não vou escolher um foco único pro blog não, que eu não quero tantas visitas assim, não me importo com quantos leem, desde que alguns leiam. Por enquanto não preciso de dinheiro da quitanda. Quando eu encontrar algum assunto que me faça ganhar dinheiro por si mesmo, abro um blog novo.

---
Posts do Desafio 21 Dias:

- Dia 1 - Faxina do blog;
- Dia 2 - Organizando a caixa de ferramentas;