12 de novembro de 2011

Usabiliquem?


O Desafio 21 Dias do Blosque de hoje é analisar a usabilidade do blog. Usabilidade é a medida da facilidade em usar alguma coisa. Quanto mais usabilidade a coisa tem, mais fácil de usar. Mas não é uma coisa tão fácil de definir. Por exemplo. Uma colher é ótima pra tomar sopa, mas tem gente que toma direto da caneca mesmo. Então a gente tem que ter em mente que nem todo mundo usa tudo da mesma forma.

O segredo, para a usabilidade de um blog, é deixar o leitor à vontade. Um leitor não volta se fica perdido, se não sabe o que está lendo direito nem porquê e se coisas pulantes, brilhantes e enormes atrapalham sua concentração.

Mas não adianta confiar só na fuga do miguxês, é preciso seguir algumas regrinhas descobertas em pesquisas com usuários de computador. O Blosque tem a série "50 Dicas de Usabilidade" que dá uma força e tanto pra gente lembrar de quais são essas regras.

Antes de começar a ler as dicas do Blosque, arrumei uma coisa que já faz tempo que eu precisava. Colocar uma caixa de pesquisa bem visível no blog. Pronto. E agora, as dicas.

Livro sobre usabilidade de Steve Krug
1. Na parte de design: colocar os links em azul e mudar a cor dos links visitados. Eu tenho ÓDIO VERMELHO SANGRENTO dessa nova mania que tem em alguns sites, de disfarçar anúncios em links. A gente acha que está clicando em página de conteúdo e vem propaganda. Nunca, jamais, em tempo algum, vou colocar isso aqui, e Darwin me livre de alguém sequer imaginar que eu uso isso. Então vou arrumar correndo.

2. Quanto ao texto, tem muita coisa pra melhorar:

  • diminuir a quantidade de texto;
  • começar sempre com o mais importante;
  • dividir o conteúdo em subtítulos e realçar com negrito;
  • usar títulos que façam sentido (adoro uma poesia concreta).
Eu tento escrever de forma clara e fácil de ler. Tento encadear as ideias de um jeito linear e coerente. Corrijo, apago, rearranjo. Mas é difícil deixar de fazer uma piadinha aqui e outra ali. Nem sempre o pessoal entende, que, segundo minha irmã Sheylli, eu sou hermética. Hermético, cês sabem, quando a comida está devidamente a salvo do resto do mundo, dentro do Tupperware. Um blog hermético é aquele cujo cheiro ninguém sente. Que afasta as pessoas porque referencia demais a si mesmo. Hermetismo tem usabilidade baixaHermetismo tem usabilidade baixa. Mantra pra vida.

3. Na organização do conteúdo, preciso encontrar um foco editorial. Na prática e no seco: a quitanda não serve pra nada. Por isso ficou tanto tempo desativada. Tenho que fazer com que ela traga algo de útil. Um sorriso já está bom, mas não sou tão boa em piadas assim. Estou pensando em fazer o pessoal conhecer um site legal ou uma pessoa nova em cada post, que eu estou descobrindo que a minha vocação é juntar pessoas e conteúdos. Pessoas com pessoas, pessoas com conteúdos e conteúdos com conteúdos. Acho quitanda um nome ótimo pra isso, que a quitanda é lugar de comprar de um tudo e conhecer gente também. 



Preciso ainda melhorar as palavras-chave, diminuir a quantidade delas, mas pelo menos eu já tenho algumas. E preciso aplicar a posts velhos. E eu não vou escolher um foco único pro blog não, que eu não quero tantas visitas assim, não me importo com quantos leem, desde que alguns leiam. Por enquanto não preciso de dinheiro da quitanda. Quando eu encontrar algum assunto que me faça ganhar dinheiro por si mesmo, abro um blog novo.

---
Posts do Desafio 21 Dias:

- Dia 1 - Faxina do blog;
- Dia 2 - Organizando a caixa de ferramentas;

Nenhum comentário:

Postar um comentário