15 de fevereiro de 2013

Fiscais da vida alheia em: Restaurante não é lugar de criança

Talvez uma nova coluna. Hoje inspirada no post da Tâmara Freire, colega de FemMaterna e blogueira feminista. Infelizmente...
"Os olhares são muitos, de todas as mesas, de todos os cantos do mundo, é o que parece. Acusadores, esquivos, acompanhados de comentários entre os dentes que somente o alvo dos próprios é capaz de notar. A mãe se envergonha, rasga a cartilha em pedacinhos e sai do restaurante, tão rápido quanto pode. Correria se não fosse preciso pagar a comanda. Frustrada pela má conduta do filho, frustrada pela própria fraqueza, frustrada por existir enquanto figura materna imperfeita, neste mundo em que olhares parecem dizer que não se pode “errar” em público. Jamais."

3 comentários:

  1. Ah, os fiscais da vida alheia estão em todos os lugares!

    ResponderExcluir
  2. Sad, but true.

    Eu já entro em pâncio quando entro no carro pra ir comer fora! Neurótica!

    :)
    Bjos, gi e kids (super agitados)

    ResponderExcluir