31 de julho de 2012

Em época de eleições: somos um estado laico! Lembre-se!

Hoje um amigo enviou essa tirinha do Oatmeal, com vários casos em que o exagero religioso pode atrapalhar a vida dos outros... tem muitos exemplos importantes de como não ser um chato fanático, mas o mais relevante para o nosso momento é esse pedacinho, sobre eleições, que eu traduzi com consultoria e helps do amigo Girino.

Então, somos um estado laico. Religião não deveria ter importância no seu voto, seja você crente, ateu, judeu, católico, jedi. Seu candidato tem muito mais no que pensar! E você também! Acompanhe:


6 comentários:

  1. Isso me faz lembrar uma campanha imoral q rola aqui em JF contra a Margarida Salomão, ex-reitora da UFJF e candidata do PT pela segunda vez à prefeitura. Aconteceu em 2008 e tá acontecendo de novo: pessoas, principalmente políticos evangélicos, usando o fato dela ser lésbica (apesar de não assumida) para desmoraliza-la. Vi gente falando que o pastor falou na igreja que se ela ganhar vai obrigar todas as mulheres a se casarem com outras mulheres. E ontem ouvi um sujeito teoricamente esclarecido dizendo que se Margarida for prefeita o Parque Halfeld vai virar um grande motel a céu aberto por causa das orgias que ela vai promover por lá...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério, João... minha nossa senhora. Facepalm ao infinito pra esse povo, viu...

      Excluir
    2. Eu concordo. Naquela idade, sem um marido e sem filhos (nao que eu tenha conhecimento), e ao lado de Dilma que tb não é bom exemplo, a cidade estaria perdida.
      O outro candidato, apensar de jovem pra ocupar o cargo, aparentou mais responsabilidade, moral e ética.
      A cidade inteira ia virar uma boate se ela ganhasse essa eleição

      Excluir
  2. Eu não levo a sério essa coisa de país laico. Não dá. O povo é que faz o país, nas democracias, e o povo tem religião. Querendo ou não, e de uma forma ou outra, estes aspectos influenciam nas decisões. Claro que tem que ser muito babaca para deixar de votar, por exemplo, no melhor candidato por isso, mas é o que acontece. Na última eleição presidencial a Dilma foi até Aparecida do Norte em uma missa, e mandou de um sinal da cruz errado, tudo para apagar a imagem de ateia e pró-aborto. Funcionou. O Brasil é um país atrasado e passional demais para se livrar tão cedo destas amarras.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo contigo, Luciano, e estou desenhando (ou copiando o desenhando dos outros, rerere...) por ter um pouco de fé na humanidade e ver se mudo alguma coisa... eu sei que, pelo menos, os ateus que agem assim podem (talvez) mudar a perspectiva.

      Ou não. Mas pelo menos eu contei uma piadinha divertida.

      Excluir
    2. Eu sei, o quadrinho é realista, é o que acontece mesmo, não deveria ser assim né. Acho que somos grão de areia no deserto, mas temos de lembrar que, acertando nos olhos certos, fazemos um bom estrago ;)

      Excluir