6 de fevereiro de 2012

Sugestões de presentes para criança de dois anos

nessa parede pode,
meu monstrlinho!
Tomás não é tããão terrível. Não 24x7, ainda bem. Vez em quando dá uma crise de raiva e choro e angústia e frustração. Essas horas são difíceis, mas geralmente acontecem quando ele está doente, com muita fome ou se machuca... Carinho e paciência resolvem.

Já o bicho carpinteiro destruidor baixa várias vezes na semana e temos que correr pra fora fazer qualquer coisa ou pegar um punhado de jornal e rasgar até passar. Então ele pede "giz! papal!" e não desenha no "papal", mas na parede!  Pra ajudar os pais a manter esse monstrlo sob controle, alguns brinquedos legais que os padrinhes, amigues, tios e tias e avós podem dar à petizada no aniversário de dois aninhos, dia das crianças ou no Natal. Vou começar pelo presente perfeito:

- meio metro de areia: se a criança mora em uma casa com espaço e os pais aceitarem, não tem presente igual... inclusive pode ser o tema da festinha! Dá pra combinar com os pais dela e dos convidados pra trazer os bebês com roupa velha e deixar um punhado de colheres e potes de plástico pra eles lá. Pode esquecer das crianças, é só se revezar. Um adulto dá conta de não deixar ninguém comer areia ou brigar pela colher. Eles se concentram como em nenhum outro lugar, incrível.

Areia + amiga + apetrechos =  diversão!
- coisas para brincar na areia: Tomás ganhou este soldadinho da Trololó que vem com balde, essa peneira verde da foto, funil, pá e rastel. E o carrinho de mão veio com essa pá amarela e essa enxada laranja que a Isabelle está pegando. Tem kits de todo o tipo, preço e tamanho. Peneiras são deliciosas. Eu gosto de colocar a peneira em cima da areia, pra tapar os furinhos. E então encher. Quando a gente levanta a peneira, a areia vai escorrer aos poucos e fazer movimentos esburacados hipnotizantes!

- amigo para brincar na areia: se você tem um filho de dois anos também, faça um cartãozinho "vale 10 tardes na areia com o amiguinho" e combine os horários. Não tem coisa melhor para aprender a dividir, a respeitar o espaço do outro, a brincar junto. Os amiguinhos do Tomás adoram a nossa areia e estão sempre lá por casa fazendo bagunça. Como eu disse antes, é diversão que só precisa de um adulto supervisionando, mesmo que sejam duas ou três crianças.

- bola: não precisa de explicação... toda criança ama bola e tem de vários tamanhos, vários materiais, várias cores. Bolas são infinitas e as brincadeiras com elas, também.

- quebra-cabeças: não, não é cedo, não. Tomás ganhou um de 12 peças da Algazarra (pag. 28). Ele ainda não consegue montar sozinho, claro, mas nós vamos juntos... onde está o resto do porco? Cadê os outros pintinhos? Ele também gosta muito desse da foto, da empresa Brincadeira de Criança. Não é só pra montar as partes, também serve para empilhar. E o Tomás já está aprendendo a fazer o prédio direitinho! Como é de madeira, MDF, tem esse estilo que lembra a infância da gente também. No site tem outros produtos deles, muito bons! E os sem personagens não são muito caros!

bichos de madeira e plástico: eu acho melhores que os de pelúcia porque são durinhos e dá pra inventar mais brincadeiras... qualquer bicho. Selvagens, de fazenda, de casa, dinossauros. Eu queria encontrar peças para fazer uma cerquinha enorme em volta dos bichinhos do Tomás!

- carrinho de supermercado: esse o Tomás não ganhou, mas acho que é tão perfeito que estou doida pra comprar. Ele gosta de arrastar tudo pela casa: as cadeirinhas dele, caixas, cadeiras grandes, pufes, qualquer coisa que ele consiga empurrar. Como ele gosta muito dos carrinhos de boneca das vizinhas, acho que um carrinho de mercado seria assustador de tanta alegria. Não porque eu tenha preconceito com relação à bonecas, mas é no carrinho de mercado CABEM COISAS. Eu tive a cara de pau de pedir para a Raquel dar o carrinho de mão, mas Tomás tem dificuldade em guiar o bichinho ainda, por ter uma roda só e tal. Mas com um desses não teria problema.

- coisas para imitar os adultos: kits de médico, bombeiro, fazendeiro, ferramentas, panelas. louças, fogão e comidinhas (perfeitos essa coleção Pomar Crec Crec da Big Star!), computador, celular, chaves, máquinas de calcular, regador, vassoura, pá, rodo, pano, lousa... qualquer coisa que um adulto faça no dia-a-dia e as crianças possam imitar com brinquedos simples, sem muita complicação. E tem que dar panela pra menino e ferramenta pra menina!

E, é claro, livros! Mas esses eu vou fazer um post a parte. Até!

---
Mais pãeternagem:


Pãeternagem
- A melhor parte da escola é comprar material escolar
Prêmio Jude Law
Feijão no vapor embalado à vácuo
Mãe que trabalha, mãe que viaja
Pro seu filho comer de tudo, siga minha intuição
Tomás vai pro castigo agora e já volta, tá?
Blog de quinta: Super Duper - Anne, Joaquim e Tomás
Blog de quinta: Mãe Geek - Gisela e Luisinho

4 comentários:

  1. Dois anos é complicado, né? Cara, depois dos três anos o Otto pirou em carrinhos hot wheels... e eu pirei junto (porque gosto mais de brincar de carrinhos de que de qualquer outra brincadeira de criança)... Já temos (sim, temos) uns 50 carrinhos, uma pistinha simples e uma de eliminação. Hooooras brincando (até que chega um momento em que a gente briga, como se ambos tivessemos 3 anos). Também brincamos de cidadezinha: o Otto costuma ser um papai-médico-de-dores-de-barriga, e eu sou a dona de restaurante (quando eu estou fazendo o almoço)... quando estou lavando a roupa, somos o dono de uma empresa de roupas... e quando estou mexendo na horta o Otto vai assistir desenho porque ele já perdeu a vontade de ver as plantas crescendo (são muito devagar).

    ResponderExcluir
  2. Ah, uma coisa que o Otto resistiu a ter foi uma boneca (ele já dizia: "é coisa de menina", aprendeu na escola...) Mas, quando ele viu uma boneca negra, ele se encantou e quis comprar! Era um boneco, o Pablito, mas o Otto tirou a fralda dele e não tinha pipi, então batizou o Pablito como "Jaíne" (nem sei de onde tirou esse nome). Ele adora brincar de dar suquinho e trocar fralda da Jaíne, e levá-la no médico. Ele faz chazinho e sopinha... mas fica um pouco triste porque ele não tem peitos para dar mamá para sua filha(ele sabe que bebês não devem tomar mamadeira, devem mamar no peito que é leite mais gostoso!!!) aí ele pede meus peitos emprestados, hahahaha.

    ResponderExcluir
  3. Que delícia, Stella!

    Meu priminho de 5 anos tem um monte de hotweels e uma pista de parede! Tomás amou, mas tenho medo de deixar ele brincar com essas coisas pequenas.

    O Tomás tá sempre querendo ajudar a lavar louça e fazer comida, vou te imitar e brincar de empresária também!

    E bichinho adora cuidar de um ursinho dele, colocamos paninhos como fralda, ele leva no penico, dá remédio e mamadeira (é o jeito pro papai Tomás amamentar, né não?).

    Eu pareço criança quando brincamos de quebra-cabeça!

    ResponderExcluir
  4. que presente dou a minha filha q completa 2 anos hoje?

    ResponderExcluir