24 de outubro de 2011

Bota que te quero cowntry

Eu não dou bola pra moda, não. Gosto de calça de alfaiataria porque geralmente o tecido é mais leve do que jeans e da um ar "sério" pra trabalhar. Gosto de peep toe, acho sexy, e tem vários com sola média e confortável. Gosto de blusas com estampas e cores fortes. Gosto de paletó de veludo cotelê. De sobretudo de lã. De jaqueta de couro. De saias godê, rodadas, livres. De vestidos. Mas tem uma coisa que me deixa irracional. Bota conwtry. São bonitas, quentinhas, confortáveis e o bico fino paga pau de elegância. Vai bem de saia e vestido. As chatas das stylists (tem profissão mais inútil, meu deus?) dizem que não fica bem pra quem tem perna grossa. Danem-se. A perna é minha, o dinheiro é meu (ou ainda não é, mas logo vai ser, enfim).

É arte. Eu compreendo pagar 3,5 mil dólares numa bota customizada, feita a mão, cheia de detalhes. Já essas sandálias caríssimas de tiras que tem igual nas bancas de saldão... não.

Quase uma Kill Bill
A primeira botinha de cowboy que eu reparei foi uma do Lulu, meu guru espiritual, colega de ensino médio e vocalista de banda. Eu pensei, nossa, parece tão confortável esse salto! Virou paixão com as cenas do Kill Bill em que a Uma é enterrada. A bota é protagonista nessa parte do filme. Toda a tensão e eu só pensava: "preciso achar essa bota"! Já tinha procurado antes, mas só hoje, num fórum sobre figurinos, encontrei uma bota parecida, uma Golden Eagle. Tão mil e meio dólares, mas desisti. Tem bota mais linda e mais foda por um pouquinho a mais.

Os preços não são tão lindos, mas as botas. As botas. As botas! Nem precisa fuçar muito pra achar muita coisa legal. Livros com fotos magníficas. E a história, desde as primeiras botas simples de couro, com detalhes utilitários, para montaria e trabalho. E então a decoração. E então as mulheres também quiseram suas botinhas.

Do livro "Cowboy Boots", no Google.

Cherokee Fidle, da Lisa Sorrel.
E os sites de uns caras como o Charlie Dunn que fabricava botas personalizadas.  E tem botas com temas. VintageEsculturasRocket Buster, uma loja incrível, incrível, incrível e impalavrável. Mas acho que as mais desejáveis mesmo são as da Lisa, magníficas, tem uma vestida de índio cherokee! Quero! Pra quem ainda duvida que seja coisa de artista, uma ideia do processo de confecção. Tem tanta bota linda que não dá pra colocar todas no post, então tem mais essa aqui, pra babar.

Tem uns cinco anos que as botinhas estão na moda aqui no Brasil, então até achamos alguma coisa. Umas mais caras que as outras, mas não encontrei (por enquanto) alguém que faça customizadas. Tenho três, comecei com uma básica baratinha. As brasileiras são mais pra usar mesmo, mas dá pra encontrar algumas coisas bonitas se pesquisar. 



Tatuada

Classica


Nhame!

Nenhum comentário:

Postar um comentário