11 de outubro de 2011

Buracos, Louis Sachar

A Tábata, do Happy Batatinha, convida os leitores todo ano pra uma série de postagens sobre literatura. Esse ano, cada dia do mês de outubro tem uma pergunta para inspirar um post. Hoje é dia 11 e o tema são as risadas que a gente não consegue segurar enquanto está lendo.

Dia 11 – Cite um livro que fez você rir.

Boba alegre. Eu rio muito com os livros. O Uhtred das Crônicas Saxônicas sempre me faz rir com as cortadas certeiras e as piadas sobre santos e igreja católica. Morri de rir com "O Grande Mentecapto", do Fernando Sabino, principalmente na lista dos títulos pelos quais Viramundo era conhecido. Está na página 54, mas não estão liberadas as páginas no google livros. Chato. "O estranho caso do cachorro morto" também me fez rir bastante. Mas acho que o livro mais leve e fofo e divertido que eu li nos últimos tempos foi:


Buracos. Louis Sachar.

A história começa quando o primeiro Stanley Yelnats, lá por mil, oitocentos e mamadeira de vidro, faz um acordo com uma cigana para casar com a moça por quem está apaixonado. Depois, o Stanley Yelnats atual é pego com um tênis roubado pela polícia e vai parar em uma espécie de reformatório juvenil. Já começa bem, tem cenas de julgamento. E então cenas de prisão, misturadas com escola, já que todos são adolescentes. Os reformandos precisam cavar um buraco por dia, de formato cilíndrico, com a altura e o diâmetro iguais a pá que eles usam para cavar. E o mesmo no outro dia, e no outro, e no outro... Parece apenas um exercício diário contra mentes inquietas, mas um dia o Stanley acha uma coisa. Com iniciais. E a direção do centro enlouquece. Então outra história começa e se mistura com essa. É tudo meio mágico e cheira bastante a cebola. Mas todos que leem sorriem bastante.

Parece e é um livro para crianças, mas Buracos é tão bem feitinho que não tem como não gostar. E não rir. É o segundo livro mais emprestado da minha estante, só perde pro "Estranho caso..." já citado. Eu não sabia, mas tem filme!

Quatro estrelinhas. Em cinco.


---
Mais resenhas:

3 comentários:

  1. Oi Sharon já li alguns desses títulos que mencionou. E Buracos realmente é muito legal. Boa lembrança!
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Ah, parece mesmo uma história super interessante, nunca li!

    Fiquei curiosa, vou tentar encontrar alguém para me emprestar por aqui...

    Beijo!

    ResponderExcluir
  3. Sharon, li Buracos já marmanjo, estava já na faculdade, mas aproveitei e gostei de cada página. Nunca me esqueci da vilã que passava esmalte de veneno de cascavel. Recomendo esse livro a todos, é engraçado, e as coisas se ajustam no final de forma interessante. É uma pena que não tenha esbarrado em mais nada de sachar. Vou ficar mais atento.

    ResponderExcluir